Testamos: Cartier Calibre de Cartier Diver

Escrito por , 26/03/2015 em Cartier, Testes com 1 Comentário

Diver2Apresentado durante o SIHH 2014, o novo relógio de mergulho da Cartier, o Cartier Calibre de Cartier Diver, não é só mais um “rostinho bonito” no universo da alta relojoaria e, com este teste, não restará dúvidas sobre os porquês. No Brasil, o modelo chegou no segundo semestre de 2014. Na época, a marca convidou ninguém menos do que Cesár Cielo, o nadador e medalhista olímpico para se tornar um dos seus embaixadores. Para falar mais sobre as características que diferenciam este relógio de mergulho dos outros, o nosso parceiro Mike Disher, da revista WatchTime americana o testou e traz todos os detalhes.

Apenas para localizar, você leitor, as particularidades deste modelo, a Organização internacional de Padronização, mais conhecida como ISO elenca critérios para a certificação de relógios. Por exemplo, o ISO 3159 aprova os relógios de pulso mecânicos, já o ISO 1413 estabelece as normas para os relógios à prova de choque, o ISO 764 analisa os relógios antimagnéticos e, como se não bastasse, o ISO 6425 certifica os relógios de mergulho. O Cartier Calibre de Cartier Diver foi aprovado em todos estes testes, muito deles não exigidos para um bom relógio de mergulho. Mas, se passou por sua cabeça: Ótimo, quando vou usá-lo? Com o meu “smoking de neoprene”? A resposta você confere abaixo e vai te surpreender. Vale a pena conhecer com mais detalhes este relógio. As fotos são de Robert Atkinson.

Relógio Cartier Calibre de Cartier Diver

Relógio Cartier Calibre de Cartier Diver

Os relógios de mergulho são definidos por suas caixas, portanto, é de onde vamos começar. Esteticamente, a caixa é claramente pertencente à família Calibre de Cartier, visto a sua fina espessura, medimos 10,92 mm de espessura, mas a medida oficial é de 11 mm. Ao projetar o relógio, a Cartier priorizou um perfil esbelto, no total são apenas 111 gramas, que pode até parecer leve, mas veremos que é muito mais que isso. Todas as suas superfícies receberam um fino acabamento escovado. O detalhe fica para os chanfros polidos nas arestas do dial que por conta dos seus ângulos refletem a luz. Para preencher a lacuna entre os chanfros e a pulseira uma faixa dá ao relógio um visual orgânico.

Combinando com as pulseiras de borracha, as abas são curvas o que deixam o Calibre Diver muito confortável de usar e para proteger a pulseira foram adicionados parafusos às suas extremidades. A indicação oficial de diâmetro da caixa é de 42 mm, mas o bisel a deixa com 43,8 mm, ou seja, é maior que a caixa o que torna mais fácil de manusear. Ao adicionar as medidas da coroa, o diâmetro sobe para 45 mm.

Os parafusos, de sete faces, contribuem para o relógio a atingir a resistência à água de 300 metros. Já o acabamento polido da coroa com o destaque da pedra de spinélio azul lhe rende visual elegante. Alguns podem achar que a joia azul não é apropriada para um relógio de mergulho, mas a Cartier não podia deixar a elegância de lado, mesmo em um modelo esportivo.

O modelo apresenta caixa de espessura fina

O modelo apresenta caixa de espessura fina

O verso de aparência sólida recebeu a inscrição de relógio de mergulho e é fixado por oito parafusos pequenos.Para maior refinamento da peça a caixa recebe um atraente bisel em ADLC (maciço de carbono tipo diamante) na cor preta sobre o aço ou ouro rosa, dependendo do modelo.O seu brilho profundo deixa claro a alta qualidade do relógio e a sua borda ondulada é altamente polida para melhor aderência para os ajustes unidirecionais de acréscimos de 30 segundos (120 cliques por rotação).Um cristal de safira ligeiramente abaulado com revestimento não-refletivo protege o mostrador que abriga um grande “XII” que domina o dial e deixa em evidência o nome do fabricante.

O material luminoso não permanece com muito brilho por muito tempo, mas dura mais de 18 horas.

O material luminoso não permanece fortemente brilhante por muito tempo, mas dura mais de 18 horas

A data está localizada em uma abertura às 3 horas e, quando apresenta dias com dois dígitos, a impressão é que a seta indicativa do numeral projeta-se um pouco para o dígito à esquerda, mesmo assim a data ainda permaneça legível. Os ponteiros em forma de espada fazem parte da estética do Calibre de Cartier, e funcionam bem, embora alguns possam considerá-los muito delicados para um relógio esportivo.

No escuro, os três ponteiros brilham, assim como o do pequeno-segundo no sub-dial localizado às 6h. Todos os ponteiros receberam tratamento de Super-LumiNova, mas o único numeral a receber o produto que faz brilhar no escuro é o grande “XII”. Na coroa, apenas o triângulo invertido brilha e por isso as outras marcações bisel não são visíveis no escuro. Em nosso teste, o Super-LumiNova brilhava intensamente durante cerca de uma hora. Depois de duas horas, a luminosidade caiu ao ponto de ser visível apenas para os olhos já adaptados à escuridão. Embora tenha caído rapidamente a visibilidade, os elementos luminosos permaneceram legíveis por mais de 18 horas, ou seja, é possível ler as horas no meio da noite.

A pulseira de borracha de tamanho de 120 mm por 74 mm é de um material macio, mas apenas se encaixará dentro de uma roupa de mergulho caso os pulsos sejam pequenos, pois a sua largura é de 23,5 mm já com os encaixes, o que limita as reposições de pulseira. Já a fivela é bem sólida com o acabamento de polimento refinado, com a gravação “Cartier” o que lhe proporciona visual elegante.

Girando o relógio é possível observar, em seu verso, as descrições do Calibre automático próprio da marca, 1904 MC, lançado originalmente em 2010 para compor o primeiro modelo “Calibre de Cartier”. Este movimento foi projetado e idealizado por Carole Forestier-Kasapi, relojoeiro próprio da casa, e sua arquitetura enfatiza a estabilidade: os duplos barriletes acoplados em série não fazem aumentar a reserva de energia, que é de 48 horas. Ao contrário, eles suavizam o fluxo de energia para manter a reserva de marcha alta. A marca afirma ainda que este projeto também aumenta a durabilidade movimento, pois com os barriletes é possível gerar menos força indutora de atrito. Assim, o movimento é executado com 27 jóias a 4 Hz ou 28.800 VPH.

A pulseira de borracha é longa, forte e confortável

A pulseira de borracha é longa, forte e confortável

O rotor bidirecional foi montado sobre os rolamentos de cerâmica enrolados às molas mestras não necessitando assim de lubrificação aumentando a sua longevidade. Para elevar a eficiência dos rolamentos e aumentar a resistência ao choque, a Cartier optou por uma garra em forma de V ao invés de um reversor padrão, o que melhora a eficiência dos rolamentos e a resistência ao choque.

Para testar os duplos barriletes colocamos o Calibre Diver na máquina Witschi durante o movimento completo e depois novamente após 24. O relógio testado pareceu ter sido regulado para funcionar em constância. Com toda a corda dada o Calibre Divertem taxa de variação média de+ 7,1 segundo por dia quando testado em seis posições diferentes. Após 24 horas, esse número aumentou para + 9,2 segundo. O maior desvio da taxa em pleno teste foi de 5,1 segundos (+4,8 segundo com a coroa para a esquerda e + 9,9 segundo com o dial para baixo). Depois de 24 horas, a taxa melhorou ainda mais e atingiu 4,9 segundos (+ 7,5 segundos com a coroa para cima, + 12,4 segundos coroa para baixo). O Calibre Diver apresenta desempenho muito melhor na vida real, executando apenas + 2 segundos em 24 horas no pulso.

A maioria dos nossos testes termina neste momento, mas, como mencionado, o modelo atende aos requisitos do ISO 6425, que abrange as características necessárias para um verdadeiro relógio de mergulho. O ISO 6425 estabelece os requisitos importantes para relógios de mergulho, tais como resistência à água a uma determinada profundidade e define quais os específicos testes que garantem o cumprimento destes critérios. As exigências para relógios de mergulho mecânicos e analógicos incluem:passar por um aparelho que o isola por um período de até 60 minutos (geralmente um aro rotativo);testar a sua legibilidade no escuro e que nela seja possível identificar que o relógio está funcionando (geralmente o ponteiro de segundos luminoso basta);provar a sua resistência de água salgada, a sua resistência a forças externas, resistência ao magnetismo (ISO 764),a choques (ISO 1413) e, finalmente a sua resistência a choques térmicos (variações bruscas de temperatura da água).

Entre os testes da norma ISO 6425, o mais significativo é a exigência de que todos os relógios sejam testados em 125% de sua profundidade anunciada. Este é o chamado teste de “sobrepressão”. Essa exigência de “testar cada relógio” é muito mais severa do que a determinada na norma ISO 2281, que analisa o padrão para os relógios que são meramente “resistentes à água”. Essa norma também é mais branda, pois testa apenas amostras de produção e não todos os relógios, ou seja, se o seu relógio atende a ISO 6425, você pode ter certeza que foi testado a 125% da profundidade declarada antes de sair da fábrica. Se ele não atender a ISO 6425, você pode estar usando um relógio que não passou por esta perícia.

O Calibre Diver é alimentado pelo Caliber automático Cartier 1 904 MC composto por duplos barriletes

O Calibre Diver é alimentado pelo Caliber automático Cartier 1 904 MC composto por duplos barriletes

1904_PS_back_white

Pedimos a Cartier que nos revelassem quais seriam seus procedimentos próprios para testar o Calibre Diver. A marca nos forneceu o resumo de alguns testes que executa:

Resistência à água de acordo com a sua profundidade nominal: 100 %dos relógios são testados individualmente a uma resistência de 375 metros sob a água ou 125% por cento da sua profundidade declarada.

Explicamos a seguir os testes aplicados a uma amostra significativa de relógios de produção:

Teste de mudança de pressão: em um minuto o relógio é submerso a 375 metros. Mantém-se a essa profundidade durante duas horas. Logo após a peça é elevada rapidamente a três metros, onde é mantido durante uma hora. Isto se repete por duas vezes para testar a sua resistência tanto sobrepressão como para a alterações súbitas na pressão. Seguindo este procedimento, o relógio deve passar por um teste de condensação para assegurar que nenhuma água penetrou à caixa.

Teste de areia no bisel: o relógio fica submerso em uma solução de água salgada e areia, em seguida o anel em torno do mostrador é girado 2 vezes por segundo durante 1 hora e meia (num total de 10.800 voltas). O bisel deve suportar estes movimentos e permanecer inalterado.

Teste de mudança de temperatura: o relógio fica por 10 minutos em um recipiente com água a 40ᵒC, em seguida, o colocam em outro com água a 5 ᵒC durante mais 10 minutos, depois de volta aos 40 ᵒC iniciais. Seguindo este procedimento, o relógio passa por um teste de condensação para assegurar que nenhuma água penetrou na caixa.

Teste do campo magnético: o relógio é submetido a um campo magnético de 4.800 a/m durante quatro ciclos de 1 minuto. Após esta exposição, o relógio deve manter a taxa de variação de tempo de +/- 30 segundos por dia e a amplitude deve estar dentro de 20ᵒ, em comparação com os valores obtidos antes do teste.

Teste de pressão sobre a caixa, a correia e a coroa: o relógio é exposto a uma simulação de choques que possam ocorrer no dia a dia, incluindo quedas acidentais, prática de esportes e movimentos bruscos. A pulseira é esticada a uma força de 200 newtons, ou 20,41 kg, durante 1 minuto. O relógio é então submerso a 375 metros, onde permanece por 1 minuto. Finalmente, ainda a 375 metros de profundidade, uma força de cinco newtons, ou cerca de 0,45 kg , é exercida diretamente por 10 minutos sobre o dial e na coroa. Seguindo este procedimento, o relógio deve passar por um teste de condensação para assegurar novamente se não houve penetração de água para dentro da peça.

A inscrição "Watch Diver", no verso da caixa, só pode aparecer em relógios que estão nos padrões do ISO 6425

A inscrição “Watch Diver”, no verso da caixa, só pode aparecer em relógios que estão nos padrões do ISO 6425

Como se não bastasse os testes feitos pela Cartier, o ISO 6425 também exige as seguintes medições:

Teste de resistência à água salgada: o relógio passa 24 horas dentro de uma solução de sal e água que corresponda exatamente a salinidade da água do mar, após este período se examinada a oxidação das peças aparentes. Em seguida o relógio é desmontado para se certificar que todos os componentes estejam em perfeito funcionamento.
Teste de resistência sob água: o relógio passa 50 horas sob a água, para em seguida testar se as todas as funções continuam a funcionar corretamente.

Teste de baixa luminosidade: as indicações do relógio (ponteiros e algarismos) devem ser visíveis a 25 cm ou cerca de 10 polegadas, no escuro.

Passado por todos estes testes, de acordo coma as especificações do ISO 6425 o relógio pode receber a palavra “Diver” seguida por sua profundidade, por exemplo, “Diver’s 300m” (em inglês, como no exemplo, ou em sua língua correspondente). Desta forma os relógios que não passaram pelos requisitos do ISO 6425 não receber a indicação de Diver. Mas, vale lembrar que isto fica a critério da marca, não é requisito que as marcas sejam obrigadas a indicar de qualquer forma que seu relógio tenha passado pelos testes do referente ISO.

Ao final do processo, aprovamos tanto o design quanto o movimento de fabricação própria da Cartier. Com o preço no Brasil de R$ 24.800,00 (em aço com pulseira de borracha) e R$ 26.800,00 (em aço com pulseira de também em aço) o modelo tem preço justo se compararmos com outros bons elogios de mergulho no mercado. Se você está procurando um relógio de mergulho que promete grande durabilidade e que se destaca na multidão o Cartier Calibre Diver pode ser o relógio certo.

Especificações:
Fabricante: Cartier SA, Chemindes Alisiers 10, CH-2300, La Chaux-de-Fonds, Suíça
Referência: W7100056
Funções: Horas, minutos, segundos e data
Movimento: Calibre Automático 1904 MC, 186 componentes, decorados com faixas de Genebra, 28.800 VPH, 27 jóias, barriletes individuais, equilíbrio Glucydur, flat espiral Nivarox, Amortecedores Incabloc, regulação fina Etachron, diâmetro = 25,6 milímetros, espessura = 4 mm, reserva de energia = 48 horas
Caixa: aço inoxidável com cristal de safira, verso sólido preso com oito parafusos, resistente à água até 300 m, em conformidade com a norma ISO 6425
Pulseira e fecho: pulseira de borracha preta com fivela de pino de aço inoxidável

Resultados de Precisão:
(Desvios em segundos por 24 horas)
Dial para cima: +9.4/+10.8
Dial para baixo: +9.9 / +7.9
Coroa para cima: +4.9 / +7.5
Coroa para baixo: +7.3 / +12.4
Coroa para a esquerda: +4.8 / +9.1
Coroa para a direita: +6.4 / +7.8
Maior taxa de desvio: 5.1 / 4.9
Média de desvio: +7.1 / +9.2
Amplitude média:
Posições horizontais: 304° / 276°
Posições verticais: 272° / 252°

Dimensões: Diâmetro = 42 mm, altura = 11 mm, peso = 111 gramas
Variações: Em aço com pulseira de aço (US$8.900); ouro rosa com aço com pulseira de borracha (US$10.600); ouro rosa e aço com pulseira bracelete (US$13.000); ouro rosa com pulseira de borracha (US$28.100)
Preço: R$ 24.800,00
Testes de cronometragem realizados por WempeJewelers, Nova York

Pontuação:
Pulseira e fecho (máximo 10 pontos): 8
Operação (5): 4
Caixa (10): 9
Design (15): 13
Legibilidade (5): 4
O conforto de uso (10): 8
Movimento (20): 16
Resultados de precisão (10): 7
Valor geral (15): 12

TOTAL: 81 pontos

 
 

Tags: Cartier Calibre de Cartier Diver

Compartilhar artigo:
 
 

Relógios relacionados


Cartier
ID Two Cartier Concept Watch

Cartier
Rotonde de Cartier

Cartier
Rotonde de Cartier Central Chr...

Cartier
Santos Grandes Model

Cartier
Rotonde Tourbillon Ascensionne...

Cartier
Santos Demoiselle

Cartier
Pasha

Cartier
Watch with Diamonds

 
 

Newsletter

Cadastre-se aqui e receba uma vez por semana gratuitamente a newsletter do WatchTime Brasil com as melhores notícias, avaliações, recursos e atualizações sobre relógios diretamente da equipe WatchTime Brasil.

Siga o WatchTime Brasil

Assinar via Feed RSS Seguir no Instagram Seguir no Pinterest Seguir no Google Plus Participar do nosso grupo no LinkedIn Seguir no YouTube

1 Comentário

URL Trackback RSS Feed Comentários

  1. jamil disse:

    o relógio é muito bonito, além de ser uma das marcas mais cobiçadas do mercado da relojoaria.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Deixe um comentário pelo Facebook

Comentário(s) no Facebook