Como comprar relógios vintage, segundo FratelloWatches

Escrito por , 02/09/2014 em Especiais, Longines, Omega, Rolex, Tudor com 5 Comentários

Vintage_Omega_Constellations_150Como Robert-Jan Broer, do blog Fratellowatches.com, disse na semana passada, o mercado de relógios de segunda-mão difere-se do de peças antigas em diversos âmbitos. Qualquer relógio fabricado antes de 1990 pode ser considerado uma peça vintage, mesmo que alguns colecionadores definam apenas 1980 como o ano de fabricação de um relógio genuinamente vintage. Broer, mesmo assim, decidiu usar 1990 como o ano base para este artigo, que oferece dicas na compra de um relógio vintage. Mas, no final das contas, é você mesmo quem vai decidir qual é o ano de fabricação “limite” para considerar sua nova aquisição uma peça realmente vintage.

Veja, abaixo, duas importantes perguntas a serem consideradas no momento da compra de um relógio antigo:

Você pode e confiar no revendedor do relógio?

O vendedor possui uma boa reputação na venda de relógios antigos? Investigue! Existem fóruns online nas mais diversas línguas, grupos em redes sociais e mesmo blogs que reúnem uma quantidade imensa de interessados em relojoaria. Em algum deles o revendedor deve ter sido mencionado de maneira positiva ou negativa. Ainda que soe clichê, confie também na sua intuição. Se a compra não parece boa ou legítima, deixe-a passar com a certeza de que outro relógio com um bom preço virá.

Você já tem conhecimento suficiente sobre o relógio que você quer comprar?

Acompanhar o WatchTime Brasil já é um ótimo começo. Existem outros veículos parceiros ao WatchTime Brasil, integrantes da rede Watch Experts, que escrevem em inglês, francês e alemão. Além disso, você conhece o Google – e certamente chegou até aqui por meio dele –, ele é seu melhor amigo. De vez em quando você achará pequenos sites e blogs que são especializados em uma única marca ou mesmo em um único modelo. Eles são uma preciosidade. Um exemplo é este site da Nova Zelândia especializado em Omega Constellation vintages: uma incrível fonte de informação e completamente gratuita. Além disso, existem também os livros, jamais se esqueça deles.

Vintage_Omega_watches_560

No exterior, a editora Mondani fez um bom trabalho na cobertura de modelos específicos. Recentemente, a publicação da marca foi Moonwatch Only, que fala sobre os modelos Speedmaster, da Omega. Os livros podem até custar caro, mas te prevenirão de um imenso gasto no futuro, se comprar gato por lebre. A nossa seção de Downloads, no WatchTime Brasil, também traz relatos especiais e gratuitos sobre alguns modelos de relógios, assim como a loja online de especiais do WatchTime.com. Os sites e catálogos de instituições de leilão também são fontes interessantes de informação.

Rolex_watches_book_560

Veja mais algumas informações importantes na compra de relógios Vintage:

Histórico de manutenção

Não espere ter notas-fiscais de manutenções realizadas nas décadas de 1950 e 1960. É possível que seus pais e seus avós não guardem esse tipo de documento, certo? É importante que uma peça vintage esteja em boas condições e funcione. Senão, você tem que estar disposto em ir até o inferno, se possível, procurar peças disponíveis a preços exorbitantes. Pode ser um longo caminho. Broer relata que teve que esperar mais de 1 ano para uma peça boba de um movimento de um Omega de 1950 que possui. Alguns relojoeiros estão preparados a reproduzir estas partes por conta própria, ou utilizar algum material de outro movimento. Seria perfeito se o relógio tivesse sua manutenção feita na própria fábrica, mas um bom relojoeiro também resolveria esta situação – contanto que você tenha alguma prova de que o relógio foi bem cuidado.

Longines_Vintage_560

Caixas e papéis

Se o relógio tem 30, ou 40 anos, é bastante comum que os manuais e caixas tenham sido descartados. Se possível, tenha a certeza de pegar a caixa correta para seu relógio. Ela deveria se encaixar com seu relógio ou, pelo menos, ser da mesma época. Ao longo dos anos, as marcas usam caixas diferentes para seus relógios. Algumas marcas possuem registros sobre as caixas originais e mesmo sobre os manuais.

Outro tópico importante seria “linhagem”. Seja cuidadoso quando um vendedor te oferecer itens que comprovem a linhagem do relógio para te provar que ele é autêntico. Isto pode incluir fotos de pessoas o vestindo até guardanapos com a assinatura do primeiro dono. Infelizmente, isto não é uma piada. Leve em conta apenas evidências reais. Itens aceitáveis incluem notas fiscais com a menção do número de série da caixa ou do movimento, além da descrição do trabalho feito no relógio. Assim como papeis carimbados e certificados de garantias. Não pague a mais para itens que pareçam suspeitos ou que tenham o menor sinal de falsificação para que a venda seja efetivada.

Vintage_Tudor_watch_560

 
 

Tags: Omega Constellation

Compartilhar artigo:
 
 

Warning: include(/srv/www/watchtimebrasil.com/rw.php): failed to open stream: No such file or directory in /homepages/15/d527161227/htdocs/watchtimebrasil/cms/wp-content/themes/wp-blossom102/single.php on line 112

Warning: include(): Failed opening '/srv/www/watchtimebrasil.com/rw.php' for inclusion (include_path='.:/usr/lib/php5.6') in /homepages/15/d527161227/htdocs/watchtimebrasil/cms/wp-content/themes/wp-blossom102/single.php on line 112
 

Newsletter

Cadastre-se aqui e receba uma vez por semana gratuitamente a newsletter do WatchTime Brasil com as melhores notícias, avaliações, recursos e atualizações sobre relógios diretamente da equipe WatchTime Brasil.

Siga o WatchTime Brasil

Assinar via Feed RSS Seguir no Instagram Seguir no Pinterest Seguir no Google Plus Participar do nosso grupo no LinkedIn Seguir no YouTube

5 Comentários

URL Trackback RSS Feed Comentários

  1. sergio natel disse:

    Muito bom este artigo , coleciono relógios antigos e vintage de bolso e de pulso gosto tanto que até aprendi a consertar e fazer revisões em relógios . Faço recortes de propagandas de revistas antigas e tudo que possui referência dos mesmos . Abraços a todos e obrigado pelas excelentes reportagens e matérias .

  2. Nayara disse:

    Tenho um relógio Citizen aqui e não encontro informações sobre ele, meu tio o ganhou no início dos anos 90 e veio de fora. Gostaria de saber mais sobre ele e não encontro nada, onde posso saber mais sobre?

  3. Hegner Kautsky disse:

    Tenho um Patek Philippe em ouro, porém a pulseira que também é de ouro não é original, tenho também um Ômega, todos com mais de 40 anos e em excelente estado de conservação. Interessados me contate pelo email. hegnerk@gmail.com

  4. Tenho um relógio Piaget suisso a corda antigo gostaria de negociar com algum antiquário está funcionando corretamente coisa rara só pessoa interessada tem procedência

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Deixe um comentário pelo Facebook

Comentário(s) no Facebook